Poemas Deveriam Voar


Teus poemas tem vida própria,
falam por si, são intensos !


Existem no livro,
apenas letras imóveis,
mas tua alma, poetisa,
está ali inteira,
presa aos versos,
agora escritos
e imortalizados !


Teus poemas, amiga,
bem que poderiam ter asas,
e sair voando por aí,
sem destino certo !...


Levariam a cada coração que ama,
o amor infinito,
e a cada coração sofrido pelo desamor,
a certeza de que
o sofrimento não perdura
e de que nada se perde
com o desamor...


Ganha-se, sim,
a esperança de sempre
encontrarmos o amor maior,
o amor das almas
que se buscam e não se encontram
neste imenso mundo....


É, teus poemas deveriam ter asas e voar
até encontrares tua metade,
que existe em algum lugar
deste imenso universo !...


Não mais cantarias em versos,
as despedidas, sofridas, doídas,
mas o amor pleno,
que nós os poetas, sabemos: existe !



- de Kátia Bulcão -
- para Cida Alfieri -




Atualizações Recomenda
Contato Voltar Poesias




Cida Alfieri Copyright © 2010| Descalvado|SP